Com recurso rejeitado no STF, Tyrone pode ficar fora da disputa em Sousa e ser substituído por Zenildo

 


Atual prefeito de Sousa e candidato à reeleição pelo Cidadania, Fábio Tyrone corre o risco de ficar fora da disputa de 15 de novembro por conta de problemas na justiça.

Fábio Tyrone foi condenado por utilizar publicidade no intuito de promoção pessoal. O prefeito padronizou todos os bens públicos com as cores verde e laranja, após eleito e agora perdeu o último recurso no Supremo Tribunal Federal (STF).

STJ não acata recurso e encerra as pretensões de Euda concorrer em Cuité
O último apelo do prefeito alegava Embargos de Divergência e buscava excluir a sanção que suspendeu seus direitos políticos por improbidade administrativa. Porém a decisão não foi acatada e não há mais recurso a ser julgado.

O documento afirma que: “No caso, não há a divergência apontada pelo embargante, quanto ao direito federal aplicável, pois tanto o acórdão embargado, quanto os arestos paradigmas, adotaram o mesmo posicionamento, no sentido de que (a) as sanções por improbidade devem ser proporcionais[…]”

O prefeito recebeu as seguintes condenações:  multa em duas vezes o valor da remuneração recebida pelo Apelado; proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, pelo prazo de três anos; ressarcimento do dano, sendo que esta última obrigação consiste em repintar todos os bens móveis e imóveis que, atualmente, estejam nas cores “verde e laranja”, com as cores indicativas da bandeira do Município de Sousa e suspensão dos direitos políticos por três anos.

A decisão assinada por Fachin traz o seguinte trecho: “Ante o exposto, assentando a preclusão da matéria constitucional veiculada no extraordinário objeto do presente agravo, nego provimento ao recurso, nos termos dos arts. 932, IV, b, do CPC e 21, § 1º, RISTF.”

O prazo para a substituição da candidatura por outro nome foi até a última segunda-feira (26). Portanto, Tyrone só poderá ser substituído pelo seu vice, Zenildo Oliveira (PTB).

EM TEMPO

Em um vídeo divulgado no início da tarde desta quarta-feira (28), o prefeito da cidade de Sousa, Fábio Tyrone (Cidadania), descartou deixar a disputa e apontou desespero de adversários que estariam plantando a informação.

“O desespero tomou conta completamente dos meus adversários em Sousa, eles não têm o que dizer, não tem proposta e nem campanha. ”

O gestor também contestou a decisão do Ministro Edson Fachin e diz que vai recorrer: “Cabe outros recursos.”

PB AGORA



BORGES NETO LUCENA INFORMA