Bolsonaro diz que "ganhou" de Doria após suspensão de testes de vacina

 


O presidente Jair Bolsonaro comentou a suspensão dos testes da vacina Coronavac por parte da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) após um evento grave adverso. O chefe do Executivo aproveitou a notícia para alfinetar o governador João Doria. 

"Morte, invalidez, anomalia. Esta é a vacina que o Dória queria obrigar a todos os paulistanos tomá-la. O Presidente disse que a vacina jamais poderia ser obrigatória. Mais uma que Jair Bolsonaro ganha", escreveu Bolsonaro em resposta ao questionamento de um internauta se o Brasil poderia comprar e produzir a vacina da empresa chinesa Sinovac.

O imunizante Coronavac é desenvolvido no Brasil em parceria com o Instituto Butantan, e é a grande aposta do governo paulista contra o novo coronavírus.

A suspensão dos testes é uma prática comum durante os testes. Outras vacinas que estão em estudo contra o novo coronavírus também já tiveram os estudos paralisados para verificação de algum evento adverso. 

Segundo Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan, o óbito ocorrido não tem qualquer relação com os testes da Coronavac. 

CLICKPB



FALA PARAÍBA-BORGES NETO