Secretaria Municipal de Saúde alerta sobre a AIDS e chama atenção para importância da prevenção

 

Em média, 39 mil casos de AIDS surgem no Brasil a cada ano. De 2007 a junho deste ano, o Brasil já registrou 342.459 casos de AIDS, sendo 41.919 notificações apenas em 2019. Desse total, 9% dos infectados estão na região Nordeste e 69,4% são homens, sendo uma proporção de 26 homens infectados para cada 10 mulheres. Os dados são do Ministério da Saúde.

Em João Pessoa, segundo dados da Vigilância Epidemiológica, entre 2010 e outubro de 2020, foram registrados 1.775 casos de AIDS em pessoas com idades entre 15 e 80 anos, sendo o maior número de casos registrados em adultos jovens de 20 a 34 anos, com 761 infectados. Os homens também são os mais infetados, registrando 1.371 casos. Além disso, 419 pessoas foram a óbito devido à infecção.  

Para alertar a população sobre a doença e chamar a atenção para a importância da prevenção, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) adere, mais uma vez, à Campanha Dezembro Vermelho, que marca o mês de conscientização e luta contra AIDS. 

Durante todo esse mês, a SMS estará intensificando as ações de testagem rápidas para diagnóstico do HIV e a oferta de insumos para prevenção como preservativos masculino e feminino e gel lubrificante. As ações serão realizadas pela seção de IST/AIDS e Hepatites Virais e pelo Serviço Especializado do Centro de Testagem e Aconselhamento (SAE/CTA) nas Unidades de Saúde da Família, Policlínicas, Hospitais e Consultório na Rua.

“Nosso objetivo é conscientizar a população sobre a prevenção ao HIV/ AIDS porque, infelizmente, muitas pessoas continuam descuidando nas medidas de proteção, principalmente durante o sexo, não utilizando o preservativo e se expondo ao risco de serem contaminados pelo HIV”, destaca Clarice Pires, chefe da seção de IST/AIDS e Hepatites Virais da SMS.

Ainda segundo Clarice, de acordo com pesquisas, 50% da população não usa camisinha nas relações ocasionais, o que é muito preocupante. “Precisamos lembrar as pessoas, sobretudo aos jovens adultos, que o preservativo não previne apenas a gestação, mas é fundamental para evitar a contaminação pelo HIV e outras Infecções Sexualmente Transmissíveis       e esses preservativos são disponibilizados gratuitamente nos serviços de saúde da rede municipal”, conclui.

Serviço – A SMS oferece diariamente aos usuários o serviço de testagem rápida para HIV/AIDS e outras IST como sífilis, e hepatites B e C. Além das unidades de saúde da família e policlínicas municipais, o serviço também é realizado pelo Centro de Testagem e Aconselhamento (SAE/CTA), que está localizado na Policlínica Municipal de Jaguaribe.

HIV/AIDS – A AIDS é a doença causada pela infecção do Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV é a sigla em inglês). Esse vírus ataca o sistema imunológico, que é o responsável por defender o organismo de doenças. As células mais atingidas são os linfócitos T CD4+. O vírus é capaz de alterar o DNA dessa célula e fazer cópias de si mesmo. Depois de se multiplicar, rompe os linfócitos em busca de outros para continuar a infecção.


Secom JP


BORGES NETO LUCENA INFORMA