Boa Vista se destaca novamente pela eficiência na Campanha de Imunização Contra Covid-19

 

O município de Boa Vista, cariri paraibano, destaca-se novamente como a segunda maior cobertura vacinal contra Covid-19 na Paraíba. Alguns grupos prioritários já foram totalmente imunizados.

Conforme o Painel de Vacinação do Ministério da Saúde, até a última segunda-feira (22), Boa Vista já havia contemplado 94% das pessoas que fazem parte dos grupos prioritários do Plano Nacional de Vacinação contra Covid-19. Esse número já subiu, uma vez que o município de Boa Vista continua aplicando as doses recebidas.

Nesta terça-feira, dia 23, Boa Vista tinha recebido doses suficientes para atingir 6% do público-alvo dessa fase composta por idosos entre 65 e 69 anos de idade. Quase todos os trabalhadores de saúde e pessoas com 70 anos ou mais já foram imunizadas, algumas recebendo a segunda dose. Em Boa Vista a vacinação iniciou em 20 de janeiro e já atingiu mais de 93% da população com prioridade na imunização.

“Isso é motivo de alegria sim e muito nos honra, o trabalho de toda equipe e todos os nossos esforços estão surtindo efeitos continuamente positivos. Espero que mais doses sejam enviadas para que consigamos imunizar a maior parte da população e com maior rapidez” revela o prefeito André Gomes (PDT).

Logo no início da campanha de vacinação, o prefeito criou o Comitê Municipal de Imunização e formou 5 equipes de profissionais para vacinar a população assim que as doses são liberadas pelo Governo do Estado. Esse comitê faz o acompanhamento e a inserção em tempo real de todos os dados das pessoas vacinadas no sistema do Programa Nacional de Imunização (SI-PNI) e encaminha todas as informações ao Ministério Público da Paraíba para acompanhar as ações e o trabalho desenvolvido no município, com total lisura e transparência.

Além disso, o controle também é realizado através do acompanhamento pelos agentes de saúde, nos sistemas e-SUS, Cidade Saudável e nos prontuários eletrônicos dos cidadãos boavistenses, “assim é possível mensurar a ação, direcionando as atividades para cumprir as metas e o plano nacional de imunização” conclui André Gomes.

Ascom

BORGES NETO LUCENA INFORMA