Homenagem de Banksy a profissionais de saúde é leiloada por cerca de R$ 127 milhões

 


A obra de Banksy que mostra um menino brincando com uma boneca de enfermeira transformada em super-heroína foi vendida por cerca de R$ 127 milhões nesta terça-feira (23), estabelecendo um recorde para um leilão do artista de rua britânico.

A obra estava avaliada entre 2,5 e 3,5 milhões de libras, mas o valor final foi quase cinco vez maior (16,7 milhões de libras).

"Game Changer", apresentada em maio no Hospital Universidade de Southampton, homenageou os trabalhadores da linha de frente do Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido (NHS) em meio à sua luta contra a pandemia de Covid-19.

A obra de arte em preto e branco mostra um menino erguendo uma enfermeira de braço esticado e usando uma capa, enquanto super-heróis tradicionais como Batman e Homem-Aranha aparecem em uma lata de lixo.

Graças à entidade Caridade dos Hospitais de Southampton, os lucros da venda serão usados para "financiar projetos de bem-estar para funcionários e pacientes e distribuídos a uma comunidade mais abrangente de provedores de serviços de saúde tanto dentro do NHS quanto em setores de caridade", disse a Christie's.

Uma reprodução da pintura será pendurada no hospital, acrescentou a casa de leilões.

Em um leilão da Christie's transmitido ao vivo, a pintura foi vendida por 14,4 milhões de libras. Taxas adicionais arredondaram o preço para 16,75 milhões de libras, um recorde mundial para uma obra de Banksy, de acordo com a Christie's.

O recorde de Banksy anterior era pela obra "Devolved parliament", que foi vendida por 9,9 milhões de libras, cerca de R$ 75 milhões, em 2019.

"Banksy é um artista extraordinário que é um termômetro constante do sentimento nacional", disse Katharine Arnold, codiretora de arte contemporânea e do pós-guerra da Christie's, em um comunicado.

'Devolved parliament', obra de Banksy — Foto: Tolga Akmen / AFP

CLICKPB



FALA PARAÍBA-BORGES NETO