João Azevêdo assina carta e pede recursos a União para evitar colapso na Saúde

 

O governador da Paraíba João Azevêdo, junto com outros 13 chefes de Executivo estadual, encaminharam na noite dessa quinta-feira (4), ao presidente da República Jair Bolsonaro, uma carta pedindo adoção de medidas urgentes no combate a pandemia do novo coronavírus em decorrência do aumento de casos e agravamento da crise sanitária.

Na carta, os gestores pedem, entre outras medidas, novas doses de vacina contra a doença e mais recursos para evitar um possível colapso financeiro nos estados mediante ao endividamento do entes por causa dos altos investimentos feito na contratação de profissionais e aquisição de insumos no combate a doença.

“Os entes federados têm envidado todos os seus esforços, mas estão no limite de suas forças e possibilidades. Nos últimos meses, instalaram milhares de novas vagas em Unidades de Terapia Intensiva, contrataram profissionais de saúde de diversas áreas e viabilizaram a compra de equipamentos por meio de estratégias claras de comunicação. Esse conjunto de ações, ainda que indispensável, demonstra estar próximo do exaurimento. Ninguém discorda de que, nas próximas semanas, talvez meses, a pandemia seguirá ceifando vidas, ameaçando, desafiando e entristecendo todos nós”, diz trecho.

Confira na íntegra:


PARAÍBA.COM


BORGES NETO LUCENA INFORMA