Confira o que é fato e o que é fake sobre a evolução da vacinação contra a covid-19 na Paraíba

 

Não é novidade nenhuma o fato de que a pandemia da covid-19 fez explodir o número de fake news disseminadas a todo o instante sobre a doença em todo o Brasil.

Constante é a necessidade dos gestores virem a público, dedicar tempo e recursos, tão preciosos em um momento como o que o Brasil está passando, para desmentir informações falsas que se alastram como o fogo através, principalmente, de cliques e telas.

Uma das fakes, mais especificamente sobre vacinas, que está rodando a Paraíba dá conta de que supostamente o Estado teria ‘escondido’ por algum motivo não determinado, cerca de 300 mil doses de imunizantes contra a temível doença.

A informação foi divulgada inclusive pelo deputado Cabo Gilberto, que já foi acusado outras vezes de disseminar fake news contra o governo.

Desta vez, o governo da Paraíba veio mais uma vez desmentir a informação, esclarecendo que a Paraíba recebeu 919.380 mil doses de vacina contra a covid-19 e já distribuiu 918.218 para os 223 municípios do estado.

O número representa a efetividade de 99,8% entre doses recebidas e distribuídas para serem aplicadas na população.

Ainda conforme as informações checadas pelo PB Agora junto à Secretaria de Saúde, todas as vacinas que chegam ao estado são distribuídas no mesmo dia pra ver se os municípios aceleram a vacinação.

A diferença entre o número de vacinas que chegam e o número de doses já aplicadas varia conforme a velocidade que cada município executa o plano de imunização, cabendo aos secretários municipais realizarem esse planejamento.

Vale ressaltar ainda que os municípios tem por obrigação informar no sistema de notificação a quantidade de doses aplicadas, mas, muitas vezes por carência de equipes ou de internet, além de outros motivos, demoram um pouco mais pra inserir dados no sistema.

Com relação ao número de vacinas aplicadas, a Paraíba é o 3ª estado do país no ranking de vacinação, servindo de exemplo para outros estados do Nordeste e do país como um todo.

O governo reforça ainda que a disseminação de fake news é crime. Além disso, em um momento de tensão como o que todo o mundo está passando, chega a ser desumano.

A população que tiver dúvidas a respeito de qualquer informação pode procurar os canais oficiais do governo federal, estadual e de cada município, além de veículos de imprensa responsáveis e comprometidos com a apuração e verdade dos fatos.

PB Agora

 

BORGES NETO LUCENA INFORMA