Ex-companheira de Jonathan pode estar envolvida na morte de Patrícia, diz fonte

 

Uma fonte da Polícia Civil informou ao apresentador Samuka Duarte, do programa Paraíba Verdade, da Arapuan FM, nesta quarta-feira (28), que possivelmente uma ex-companheira de Jonathan Henrique G. dos Santos, estaria envolvida no assassinato da jovem Patrícia Roberta, de 22 anos, por conta de ciúmes. As investigações continuam, o suspeito foi preso no fim da noite dessa terça-feira (27).

O advogado de Jonathan Henrique G. dos Santos, de 23 anos, Raphael Garziera, comentou em entrevista ao programa Paraíba Verdade, da Arapuan FM, nesta quarta-feira (28), que falou pouco com Jonathan, não teve acesso à versão dele da história. “Não conhecemos os detalhes, não tivemos acesso a praticamente nada. Não pude ouvir os detalhes, mas ele não confessou o crime, diz que não foi ele”, afirmou.

A defesa confirmou que existe mais de uma linha investigativa do crime, ratificando, assim, a informação de que há participação de outras pessoas. “Algumas coisas não são tão simples. A população não entende, mas é perfeitamente natural, as minúcias do direito. Há vários possíveis delitos, ocultação de cadáver, homicídio, mas cada detalhe importa para constatar se foi ele, para condenar e definir a pena”, disse.

A orientação da defesa é que o suspeito fique em silêncio. Ele contou que quando esteve com o jovem, estava visivelmente abalado. O advogado também negou que Jonathan tenha algum problema psicológico e apontou que o jovem nunca se envolveu em nada parecido antes.

Entenda

Patrícia veio para João Pessoa na sexta-feira (23), se encontrar com Jonathan, com quem tinha uma amizade de pelo menos dez anos, mas que após um tempo afastado, se encontraram na internet. No sábado, ele deixou ela trancada em casa e a jovem falou com a mãe pela última vez contado o caso. Na segunda-feira, a família veio à João Pessoa, denunciou o desaparecimento e após buscas o corpo da jovem foi encontrado na terça-feira (27).

Um vídeo de câmera de segurança mostra Jonathan levando o corpo em uma motocicleta. Ele foi encontrado no fim da noite dessa terça-feira, na casa de um amigo no bairro de Mangabeira II, o amigo também foi preso.

Jonathan estudou com Patrícia no Sesi em Caruaru e chegou até a dormir na casa dos familiares de Patrícia.


Marília Domingues


PARAÍBA.COM


BORGES NETO LUCENA INFORMA