Tráfego de veículos na BR-230 é liberado pelo Dnit e Exército nesta sexta-feira

 


Foi inaugurado e liberado na manhã desta sexta-feira (30), pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT) e o Exército, os viadutos de triplicação da BR-230. A rodovia federal liga a Capital João Pessoa ao município de Cabedelo, que sedia a área portuária do estado. 

O trânsito na região, é conhecido pelo alto fluxo, devido ao transporte de cargas pesadas e de veículos. Com a obra, os condutores que precisavam seguir pelo local tinham que desviar pelas laterais da estrutura. Agora, terão mais uma possibilidade de locomoção, na região que concentra uma considerável área populacional, de serviços e industrial. 

Com três faixas de rolamento nos sentidos crescente e decrescente - duas estão sendo liberadas agora -, as obras permitirão o aumento da quantidade de veículos que utilizam a rodovia. Já em 2021, esse volume diário pode chegar a aproximadamente 43 mil carros.

De acordo com o general Freire Gomes, comandante do Exército no Nordeste, conforme apurou o ClickPB, em entrevista à imprensa, com mais uma parte da obra liberada, o escoamento de cargas será facilitado, assim como o trânsito dos moradores. A região é uma das que mais sofre com congestionamentos nos horários de pico na Capital. 

Segundo informações do DNIT, a estimativa é que a conclusão total da obra seja entregue em 2022. Os empreendimentos ficam no km 8,4 e km 9,5. Ambos possuem largura total de 25 metros e vão livre com 35 metros de comprimento. O primeiro viaduto tem 591 metros de extensão e o segundo, 712.

A adequação de capacidade e segurança da BR-230/PB é viabilizada por meio de Termo de Execução Descentralizada (TED) com o Exército Brasileiro. A execução dos serviços está a cargo do 1º Batalhão de Engenharia de Construção (1º BEC). Já a supervisão e a gestão militar são do Comando do 1° Grupamento de Engenharia. A fiscalização técnica dos trabalhos e a gestão conjunta do TED é de responsabilidade do DNIT.

CLICKPB



FALA PARAÍBA-BORGES NETO