Político ou radialista? Cinco meses separam discursos contraditórios adotados por Nilvan Ferreira

 

Apesar do comunicador Nilvan Ferreira ter dito a imprensa em 12 de janeiro deste ano, a seguinte frase: “Política pra mim não é profissão”, na última sexta-feira (21/05), o mesmo revelou: “Uma coisa é certa: eu vou disputar as eleições do próximo ano”, mostrando que seu projeto político iniciado nas eleições de 2020, onde foi o segundo colocado na disputa para prefeito da capital paraibana continua.

Em janeiro Nilvan dizia: “Algumas pessoas me perguntando sobre meu futuro, meu destino de trabalho, política pra mim não é profissão, eu não sou profissional da política, sou jornalista, radialista. Eu não vivo de política. A experiência de disputar as eleições em João Pessoa foi colocada pelas circunstancias que ali estavam presentes” pontuava.

Questionado se deve mesmo deixar o MDB-PB para entrar no PTB da Paraíba, o radialista e candidato derrotado nas eleições a prefeito de João Pessoa no ano passado Nilvan Ferreira, disse: “Estamos conversando. Avançamos bastante nas conversas, mas ainda sem conclusão, porque falta definir algumas questões”, sobre entendimentos com Coronel Meira, um dos coordenadores da legenda na região, que recentemente esteve visitando João Pessoa e conversou com Nilvan.

Nilvan, porém definiu prazo para anunciar se fica ou se sai do MDB, o próximo mês de junho. Mas ele ponderou que não vai sair do seu atual partido “sem mais, nem menos”. “Antes de tomar a decisão de mudar ou não de legenda, pretendo manter uma conversa com o senador Veneziano Vital do Rêgo, presidente estadual do partido. Se for sair, quero sair pela porta da frente. Uma coisa é certa: eu vou disputar as eleições do próximo ano. Ou na majoritária ou na proporcional”, comentou Nilvan.

PB AGORA


BORGES NETO LUCENA INFORMA