'Estou muito seguro com a decisão que tomei', diz Luciano Huck sobre os domingos

 

PIRASSUNUNGA, SP (FOLHAPRESS) — O apresentador Luciano Huck, 49, disse estar seguro em trocar o Caldeirão pelo Domingão na Globo. A fala foi feita durante entrevista a Renata Ceribelli, 56, no Fantástico (Globo) deste domingo (29).

"Eu estou muito seguro e muito feliz com a decisão que eu tomei", disse Huck à jornalista. O apresentador irá ocupar o espaço ocupado por Fausto Silva, 71, durante 32 anos nos domingos da emissora.

Huck comentou que quer que seu novo programa seja leve. "O Domingão que eu acredito é um Domingão solar, é um Domingão divertido, é um Domingão que celebra as coisas boas da vida, mas que, ao mesmo tempo, ele quer resgatar a esperança, ele quer juntar os cacos", disse.

Huck falou sobre seu livro, "De Porta em Porta", lançado recentemente. Nele, o global fala sobre sua trajetória, e disse que os trechos mais difíceis para escrever foram aqueles sobre os acidentes envolvendo sua família.

Em 2015, o apresentador voava em uma aeronave particular junto à sua esposa, Angélica, 47, e de seus filhos, além da babá e outros tripulantes. Já em 2019, Benício, o filho do meio do casal, sofreu um acidente enquanto praticava wakeboard no Rio de Janeiro. Ele precisou passar por cirurgia no crânio.

POLÍTICA

Durante a entrevista, o apresentador negou que tivesse dito que sairia candidato a algum cargo público. "Você não vai ler uma linha minha, em lugar nenhum, que eu falei que seria candidato a qualquer coisa. Nunca. Eu estou no debate público e vou continuar no debate público. Se você perguntar minha opinião sobre qualquer assunto, eu vou te dar. Eu nunca lancei uma candidatura", disse.

Questionado por Ceribelli se já havia pensado nisso, Luciano disse: "Obviamente que eu pensei nisso". "O que me fez pensar foi uma conjuntura em que o país que tem uma enorme potencialidade como o Brasil e uma enorme desigualdade como o Brasil, eu adoraria que fosse o país do futuro como sempre nos foi colocado e isso não aconteceu até hoje", afirmou Huck.

"Eu não cheguei a desistir [de pensar em uma candidatura]. Eu estar aqui, estreando o Domingão na semana que vem, é o que eu tinha que fazer, é orgânico, é o que eu sei fazer. É a minha contribuição. O país está dividido: 'se a gente pensa diferente a gente é inimigo, se a gente não gosta das mesmas coisas a gente não pertence ao mesmo grupo'...", explicou o apresentador.



BORGES NETO LUCENA INFORMA