“O que nos interessa é manter essa relação de forma republicana, sem tratorar” diz Azevêdo sobre o PT

 

Na manhã desta segunda-feira (16) o governador João Azevêdo (Cidadania) foi questionado sobre como fica a sua relação com o PT com a ida iminente do ex-governador e seu ex-aliado político, Ricardo Coutinho para os quadros da sigla na Paraíba.

De acordo com o gestor estadual a chegada ou não de Ricardo e os demais dissidentes do PSB no PT vai ser discutida por ele com os aliados petistas posteriormente.

João reforçou que o seu interesse é manter uma relação baseada nos princípios republicanos, sem passar por cima de ninguém e ouvindo todos os envolvidos.

“A chegada de alguém ou não, vai ser discutida posteriormente, se vai mudar ou não com a entrada ou chegada. O que nos interessa é isso, manter essa relação [com o PT], principalmente baseada numa forma republicana, sem atropelo, sem tratorar, ouvindo as pessoas. Política se faz ouvindo os dois lados, sem atropelo”, argumentou.

Já sobre a vinda do ex-presidente Lula para o estado, João deixou as portas do seu gabinete abertas, minimizando o imbróglio que ocorre nos bastidores por conta da filiação dos quase ex-girassóis.

“Pra mim não há o menor problema não só de receber, será uma honra, mas se convidado for para participar dessa solenidade estarei com as portas do meu gabinete abertas para receber o presidente que tanto fez pelo país”, declarou em contato com a imprensa.

PB Agora



BORGES NETO LUCENA INFORMA