Polícia Federal prende foragido da Justiça da Paraíba e chefe de quadrilha em Goiânia

 

Um foragido da Justiça paraibana foi preso nesta terça-feira, dia 17, na cidade de Goiânia, capital do estado de Goiás, no âmbito da Operação Menoridade deflagrada pela Polícia Federal da Paraíba. Além dele mais outras duas pessoas envolvidas em assaltos a bancos em cidades do Nordeste também foram presas.

De acordo com as informações José Ricardo de Souza Silva, conhecido como “Seu Chico” ou “Nogueira”, é um conhecido assaltante de bancos que estava foragido da Justiça paraibana desde sua progressão de regime em 2020.

A PF informou ainda que ele é um velho associado de “De Menor”, também alvo da operação desta terça-feira e participava ativamente das negociatas de drogas da quadrilha investigada.

A operação

A Polícia Federal na Paraíba deflagrou a segunda fase da Operação Menoridade, nesta terça-feira (17). Foram cumpridos 19 mandados de busca de apreensão em endereços nas cidades de Campina Grande/PB, São Bento/PB, Jaboatão dos Guararapes/PE, Caruaru/PE, Canhotinho/PE e Goiânia/GO.

A operação de hoje se relaciona com a prisão de Antônio Arcênio de Andrade Neto, conhecido como “De menor”(sendo esta alcunha a razão do nome da operação), ocorrida no Estado de São Paulo em 27 de junho. Atualmente o acusado encontra-se recolhido no Presídio Federal de Catanduvas/PR, tendo sido expedido contra si um mandado de prisão preventiva, a ser cumprido por ocasião da deflagração da Operação Menoridade.

Segundo divulgado na ocasião de sua recente prisão, Antônio Neto era foragido desde 10 de setembro de 2018 quando houve a fuga de 92 detentos do Presídio PB1 na cidade de João Pessoa/PB. “De Menor” é acusado de diversos crimes graves, incluindo roubo a carro forte na BR-230, na área do município de Cruz do Espírito Santo/PB, na data de 06 de agosto de 2018. Na oportunidade os criminosos foram perseguidos pela Polícia Militar e presos após um violento confronto na cidade de Lucena/PB. Além de “De Menor”, também foi preso nesta operação Romário Gomes Silveira, vulgo Romarinho, que também empreendeu fuga do PB1 em 10 de agosto de 2018.

PB Agora


BORGES NETO LUCENA INFORMA