Homicídio qualificado: Justiça da Paraíba decreta prisão preventiva contra acusado de atropelar e matar motoboy

 

A Justiça da Paraíba decretou a prisão preventiva de Ruan Ferreira de Oliveira, suspeito de provocar o acidente que resultou na morte do motociclista Kelton Marques, no último sábado (11), no Retão de Manaíra, em João Pessoa. A partir da ordem de prisão, ele é considerado foragido.

A Polícia Civil apresentou à Justiça um pedido de prisão temporária, no entanto, o Ministério Público se posicionou em parecer por uma prisão preventiva. A temporária tem prazo de duração de cinco dias, prorrogáveis por mais cinco, já a prisão preventiva não tem prazo definido.

Imagem reprodução – Mandado de prisão expedito pela 3ª Vara Criminal de João Pessoa

Relembre
O acidente aconteceu na madrugada do último sábado (11). Kelton morreu ainda no local do acidente. Ele estava trabalhando realizando entrega de lanches.

Rhuan segue foragido desde o dia do acidente. De acordo com uma câmera de segurança de dentro do veículo do suspeito, ele dirigia em alta velocidade e no momento do atropelamento ele atingiu 163 km/h.

O corpo do motoboy foi sepultado neste domingo (12).