ONG de Bayeux simulava entrega de cartões e estava impondo beneficiados a receber duas cestas básicas; Polícia Civil investiga caso

 


As investigações da Polícia Civil da Paraíba apontam que a ONG Aliança Bayeux simulava a entrega de cartões à população e estava impondo aos beneficiados que recebessem duas cestas básicas. Na quarta-feira (1º), uma operação foi realizada na cidade de Bayeux, que fica na Região Metropolitana de João Pessoa, e apura supostas irregularidades na distribuição de gêneros alimentícios.

“Essas pessoas deveriam receber um crédito. Crédito, que segundo a ONG Gerando Falcões, que é responsável pelo crédito, seria no valor de R$ 300 para utilizar na compra de alimentos, na compra de produtos nessa microrregião tão necessitada”, afirmou o delegado Allan Murilo Terruel, responsável pelas investigações, em entrevista a Rádio CBN João Pessoa. A ONG Gerando Falcões, que tinha parceria com a de ONG de Bayeux, denunciou que a Aliança Bayeux estava cometendo irregularidades.

De acordo como o delegado, a ONG de Bayeux não apenas simulava a entrega dos cartões como também estava impondo às pessoas a receber duas cestas básicas, porém com valores menores do que deveriam receber. “Então, nós estamos pensando em várias linhas aqui. Primeiro nesse aspecto de enganar a ONG de São Paulo simulando a entrega do cartão. A segunda linha de impor o recebimento de duas cestas básicas. E a terceira linha dos produtos que, por 150 reais, essas pessoas deveriam ser contempladas com muito mais do que estavam recebendo”, frisou.

A Polícia Civil tem a informação de que pelo menos mil pessoas já tenham sido beneficiadas como acompanhou o ClickPB. No entanto, irá investigar para saber aquelas pessoas que receberam o cartão e aquelas que receberam a cesta básica. Allan Terruel ainda disse que o benefíicio não se restringe apenas ao município de Bayeux, mas a outras localidades do Estado. 

CLICKPB




FALA PARAÍBA-BORGES NETO