Mídia nacional repercute recomendação da DPE-PB de reserva a negros em concurso com 1.400 vagas abertas da PC

 

A notícia publicada ontem (28), por meio da Defensoria Pública da Paraíba (DPE-PB) que recomendou a inclusão de reserva de vagas para pessoas negras no edital do concurso público da Polícia Civil do Estado (PCPB), repercutiu nacionalmente. No pedido, publicado no portal da Defensoria, é determinada a reserva de 20% das vagas ofertadas no certame para candidatos autodeclarados negros. A solicitação tem fundamento na Lei Federal 12.990/2014.

Segundo a recomendação, banca e a corporação deverão fazer as devidas alterações e reabrir o prazo de inscrições. A PCPB tem o prazo de cinco dias para retornar o DPE.

1.400 vagas

São ofertadas 1.400 vagas para o nível superior. As oportunidades estão distribuídas da seguinte forma: delegado (120), escrivão (515), técnico em perícia (68), necrotomista (65), agente de investigação (400), papiloscopista (60), perito médico-legal (50, sendo 40 na área Geral, cinco em Psiquiatria e cinco em Patologia), perito criminal (77, sendo 57 na área Geral, cinco em Biologia, dez em Engenharia e cinco em Tecnologia da Informação); perito odonto-legal (10) e perito químico (35, sendo 25 na área Geral e 10 em Química).

Podem se inscrever homens e mulheres com ensino superior completo em qualquer área ou em uma especialidade específica, conforme o cargo escolhido, além de possuir Carteira de Habilitação (CNH), na categoria “B”. Os aprovados deverão atuar em jornada de trabalho semanal de 40 horas com remunerações iniciais que alternam entre R$3.726,73 e R$12.769,80.

As inscrições podem ser feitas pelo site da Cebraspe até 11 de novembro. Serão oito fases avaliativas além do curso de formação. Confira detalhes!

PB AGORA


FALA PARAÍBA-BORGES NETO