Ministério Público investiga superfaturamento na compra de máscaras pela Prefeitura de Riachão do Poço

 


O Ministério Público da Paraíba (MPPB), por meio da Promotoria de Justiça de Sapé, instaurou um procedimento preparatório para investigar um superfaturamento na gestão municipal de Riachão do Poço, no Brejo paraibano. O município teria adquirido máscaras com valores acima do praticado no mercado.

A investigação parte de denúncias recebidas pelo órgão para "apurar denúncia de aquisições fraudulentas de equipamentos de combate ao Covid, pela gestão municipal de Riachão do Poço". De acordo com o documento, acessado pelo ClickPB, a máscará de TNT foi comprada por R$ 30. 

Os produtos seriam utilizados no combate a pandemia de Covid-19. O procedimento foi instaurado pela instituição, conforme publicação, nesta quinta-feira (14), no Diário Oficial do Ministério Público da Paraíba. O documento é assinado pela 3º promotora de Justiça da Promotoria de Sapé, Paula da Silva Camillo Amorim.

Confira o documento

CLICKPB


FALA PARAÍBA-BORGES NETO