Corpo da cantora Marília Mendonça é liberado do IML; velório acontece em Goiânia

 

Os corpos de Marília Mendonça, do tio da cantora Abicieli Silveira Dias Filho e do produtor Henrique Ribeiro foram liberados pelo IML (Instituto Médico-Legal) de Caratinga (MG), na madrugada deste sábado (6). Por questões burocráticas, segundo o órgão, os corpos do piloto Geraldo Medeiros Júnior e do copiloto Tarciso Pessoa Viana ainda estão retidos.

Marília Mendonça, que morreu aos 26 anos nesta sexta-feira (5), após a queda do avião em que estava, na serra de Caratinga, será velada no Ginásio Goiânia Arena, localizado ao lado do estádio Serra Dourada, na capital goiana. O início da cerimônia está previsto para as 9h. Já o enterro está marcado para as 17h30, no Cemitério Parque Memorial de Goiânia.

“A família de Marília Mendonça confirmou velório no Goiânia Arena. Goianos vão poder prestar linda homenagem. Peço calma e respeito à sinalização para que todos possam dar o seu adeus. Previsão inicial de até 100 mil pessoas passando pelo local”, informou Ronaldo Caiado, governador de Goiás, no fim da noite desta sexta.

A Polícia Civil de Minas Gerais afirmou em coletiva de imprensa que ainda não é possível determinar a causa da morte da cantora Marília Mendonça e das outras quatro pessoas que estavam no avião.

Segundo o médico-legista Pedro Coelho, a queda do avião pode ter causado grande impacto no corpo dos ocupantes, o que teria provocado uma série de traumas e lesões internas.

O delegado regional da Polícia Civil de Minas Gerais Ivan Lopes Sales afirmou que a equipe de perícia vai continuar o trabalho neste sábado (6) na região da queda. Sales também ressaltou a dificuldade para as equipes de resgate conseguirem trabalhar nos destroços do avião, já que o relevo do local e o combustível da aeronave dificultavam o resgate dos corpos.

R7.com



FALA PARAÍBA-BORGES NETO