Justiça concede liberdade a mulher que tentou entrar com maconha em garrafa térmica na Cadeia de Monteiro

 

A Justiça concedeu liberdade nesta terça-feira (21), a mulher de 58 anos que foi presa em flagrante na manhã de ontem ao tentar entrar na Cadeia Pública da cidade de Monteiro, no Cariri paraibano, com uma garrafa térmica recheada com maconha.

De acordo com o advogado de defesa Gustavo Monteiro, a decisão ocorreu durante audiência de custódia realizada na manhã de hoje. A acusada que é da cidade de Ouro Velho, alega que não sabia o que continha no interior da garrafa, já que foi entregue a ela por dois rapazes que diziam ser amigos do seu filho.

Ainda segundo o advogado, a acusada é vendedora de pamonha na cidade de Ouro Velho e tem dois filhos presos, sendo um em Monteiro e outro em Campina Grande. No sábado passado, dois garotos entregaram a ela um par de sandálias e uma garrafa térmica vazia para que ela levasse ao seu filho na Cadeia de Monteiro.

“A Justiça acolheu nossa tese de defesa e determinou imediatamente a soltura da acusada, que não tem antecedentes criminais e é uma mulher trabalhadora. Na verdade, ao que tudo indica, ela foi vítima de uma traição por parte dos rapazes que a procuraram e acabou sendo presa por conta disso”, comentou Dr. Gustavo Monteiro.

VITRINE DO CARIRI


BORGES NETO LUCENA INFORM,