Opera Paraíba passa a ser permanente; “Não teremos mais fila da vergonha”, diz João

 


“A partir de agora, esse programa passa a ser permanente no estado, atendendo a toda demanda que surge diariamente. Não teremos mais a fila da vergonha das pessoas esperando uma cirurgia. Tem pessoas que passaram 15 anos esperando uma cirurgia e isso foi o que motivou o governo a montar um programa que dê uma respostas de verdade”, disse.

O programa atuou em diversos hospitais do estado, na rede pública, proporcionando a realização de mutirões. Algumas cirurgias são feitas em parcerias com instituições privada o que deve continuar acontecendo. O modelo adotado na Paraíba também está sendo usado como exemplo em outros estados.

“O secretário de Saúde, Geraldo Medeiro, foi contatado por vários estados para falar sobre como conseguimos fazer isso. Como num formato simples conseguimos resolver essa equação”, acrescentou João.

Sobre as ações da Saúde para o próximo ano, o governador destacou a necessidade de seguir combatendo a Covid, para isso, ele frisou a importância de estender a vacinação no mundo inteiro, sem distinção de país, para que o vírus não apareça com outras variantes. “Nós esperamos que as variantes sejam menos agressivas. Em 2022 é um ano que eu vejo com muita esperança, onde teremos uma convivência quase normal”.

MaisPB



FALA PARAÍBA-BORGES NETO