“As providências legais serão tomadas”, diz comandante-geral da Polícia Militar, após ataques a viaturas em João Pessoa

 

O comandante-geral da Polícia Militar na Paraíba, comandante Euller Chaves, declarou nesta quarta-feira (05), durante entrevista a uma emissora de rádio da Grande João Pessoa, que as providências legais serão tomadas contra aqueles que rasgaram pneus de viaturas durante a madrugada de hoje em postos da polícia de João Pessoa. 

De acordo com Euller, fato semelhante ocorreu durante movimento ocorido no começo de 2020, quando a categoria, da mesma forma que agora, buscava aumento salarial.

Euller adiantou que o fato já está sendo investigado e que caso haja policias envolvidos estes serão responsabilizados por seus atos

“É preciso entender que, na ponta, existem pessoas que precisam dos profissionais de segurança pública. Há uma responsabilidade social. Aqueles que queiram sair do prumo, que não cumpram sua missão constitucional, as providências legais serão tomadas e nós já estamos tomando algumas delas para que cada um responda pelos seus atos”, declarou, complemenando:

“Recebemos notícias, hoje, de viaturas com pneus baixados, furados por pessoas. Isso não é coisa de polícia, isso não é comportamento de profissional. Creio que essas pessoas são marginais e devem ser tratadas como estabelece a lei penal. Enquanto comandante, peço encarecidamente, não caiam nas conversas e orientações para os caminhos errados”, concluiu.

PB AGORA


BORGES NETO LUCENA INFORMA