Diretoria da Raposa e do Galo comemoram ingresso na Timemania: “Contribui com o abatimento de dívidas”

 

Em período de crise econômica causada pela pandemia do novo coronavírus, toda nova fonte de recitas é bem-vinda seja isso para as pessoas, empresas e clubes esportivos. Sobre esse tema, Rômulo Farias, diretor de futebol do Campinense e Olavo Rodrigues, presidente do Treze comentam a importância dos clubes terem se inserido na nova Timemania.

Segundo Rômulo Farias, o acesso ao Timemania foi uma grande vitória para o clube. “Essa é uma luta que já buscamos há bastante tempo, que era a inclusão no volante do Timemania, um programa que contribui bastante para o abatimento de dívidas. Agora esperamos contar com o apoio de nossa torcida, que ela possa apostar bastante e assim nos ajudar diretamente a abater as nossas dívidas fiscais”, comentou.

Seguindo esse entendimento, Olavo Rodrigues, destacou que no ano passado, o Treze se manteve na 20ª colocação geral no número de apostas da temporada e ficou no Grupo I, arrecadando um valor equivalente a R$ 1,1 milhão de reais. “Temos um posicionamento contrário a essas mudanças feitas pelo Governo Federal. O Treze fez por merecer estar na Timemania. Ao longo dos anos o time tem se posicionado muito bem, tudo fruto da força de nossa torcida espalhada pelo Brasil. Passamos de 1 milhão de apostas, mas infelizmente o governo não tem levado em consideração o critério de participação das torcidas. Não é justo que nosso clube seja levado a planos inferiores”, afirmou.

PB AGORA


BORGES NETO LUCENA INFORMA