Caso Júlia dos Anjos: perícia confirma que corpo achado dentro de poço é da menina

 

Foi confirmado na tarde desta terça-feira (19) que o corpo achado dentro de um poço na Praia do Sol, na zona Sul de João Pessoa, é, de fato, o da garota Júlia dos Anjos, que desapareceu no dia 7 deste mês. O padrasto da criança, Francisco Lopes, confessou que a matou e a escondeu no local encontrado.

Ao Portal MaisPB, o diretor do Instituto de Perícia Científica (IPC), Marcelo Burity, informou que a confirmação foi feita com base em um exame de DNA realizado com o material genético retirado do corpo com o de familiares de Júlia.

Ainda de acordo com o diretor do Instituto de Polícia Científica (IPC), apenas o exame de DNA foi concluído, mas outras perícias estão sendo feitas para que outros detalhes do caso possam ser revelados, como por exemplo, se houve conjunção carnal do padrasto com a criança antes do assassinato.

Investigação

Após confessar o crime, o padrasto de Júlia, Francisco Lopes, foi preso preventivamente. Ele está detido na penitenciária do Roger, em João Pessoa. Ele prestou novo depoimento à Polícia nesta terça-feira (7). A polícia levanta informações sobre a possibilidade do homem ter abusado sexualmente da menina.

MaisPB


BORGES NETO LUCENA INFORMA