Executiva Nacional do PDT diz que candidatura de Lígia Feliciano é "praticamente impossível"


 Após  Lígia Felicianofazer  uma postagem no Instagram se colocando como pré-candidata ao governo do Estado, a Executiva Nacional do PDT jogou um balde de água fria nos seus planos. Segundo o representante do diretório nacional do partido, Max Monjardim falou ao Click PB, "isso é praticamente impossível".

Ele frisou que politicamente, não faz sentido. Ele explicou que ela não será candidata pelo partido e que como o período para troca de partido já expirou, não há como Lígia se tornar candidata ao executivo. "Com a nomeação do interventor, todo mundo vai ser destituído e essa ferramenta é prevista no estatuto", detalhou, 

Entenda o caso

No início da noite de ontem, a direção nacional do PDT anunciou intervenção no diretório estadual. A legenda era comandada pela família Feliciano há mais de 15 anos, inclusive o presidente era o filho de Lígia, Renato Feliciano.

Quem assume provisoriamente a direção é o advogado Marcos Ribeiro. Pelas redes sociais, um dos integrantes da Direção Nacional, Everton Gomes, anunciou a intervenção. "Aprovamos agora na executiva  do @PDT_Nacional o nome da ver. @DudaSalabert como nova vice (combate a intolerância). Além disto, realizou-se intervenções nos estados de MT, MS e PB para q/ o partido seja de fato: plural, de esquerda e alinhado ao PND", expôs a publicação.

CLICKPB



FALA PARAÍBA-BORGES NETO