Pré-candidato ao Senado admite declinar da postulação se decisão for partidária: “O foguete moderno dá ré sim”

 

Pré-candidato ao Senado Federal pelo PCdoB, o ex-reitor da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Rangel Júnior, admitiu, durante entrevista nesta quinta-feira (28), a possibilidade de declinar da postulação majoritária caso essa seja uma decisão partidária. Conforme Rangel, ‘o foguete moderno pode dar ré sim’.

“O foguete moderno dá ré sim. Eu não sou dono da minha candidatura, essa é a grande diferença entre a minha pré-candidatura e outras. Alguns candidatos são donos de sua pré-candidaturas, a minha é do partido. No meu caso, eu fui escolhido pelo PCdoB para aceitar o desafio de ser pré-candidato e esse mesmo partido pode vir a decidir coletivamente sobre a retirada dessa pré-candidatura se for para uma composição”, disse.

Apesar da afirmação, o professor Rangel deixou claro que seu grupo irá até o limite do prazo em busca da consolidação dessa postulação. “Não serei candidato a deputado federal ou estadual. A composição do nome para a federação é na tentativa de construir a chapa para o Senado, mas se houver uma nova construção com o governador João, repensaremos, mas o próprio governador já disse que não tomou essa decisão e ela terá o seu tempo”, pontuou.

 

PB Agora


BORGES NETO LUCENA INFORMA