No PSB, Heron Cid evita decidir entre Bolsonaro e Lula: “Não me sinto representado pela polarização”

 

Pré-candidato a deputado federal pelo PSB, sigla que tem o ex-governador Geraldo Alckmin (PSB) como pré-candidato a vice-presidente da República na chapa do PT, o comunicador e multimídia Heron Cid evitou antecipar seu apoio para a corrida presidencial e resumir seu leque de opções a apenas Lula (PT) e Bolsonaro.
No atual cenário, o jornalista ressaltou que está entre os milhares de brasileiros que ainda não definiram em qual candidato irão votar nestas eleições.

“Eu estou entre os milhares de brasileiros que ainda não têm uma definição sobre a presidência da República. Esse debate é raso, é pobre e tenho a convicção de que existe um setor da sociedade brasileira e paraibana que gostaria de ouvir muito mais que isso. Então neste momento não me sinto representado pela polarização Lula x Bolsonaro, nós sequer temos candidaturas registradas”, disse.

Apesar de se esquivar, Heron revelou, sem citar o nome, que tem dificuldade em apoiar um dos candidatos da polarização. “Eu tenho dificuldade em votar em um desses candidatos da polarização, tenho alguma simpatia pelo candidato Ciro, mas confesso que Ciro também não deixa em votar com ele, porque cada vez que me animo ele comete um deslize do temperamento. Então eu sou um desses indecisos e o PSB sabe da minha posição e respeitou essa posição”, pontuou.

 

PB Agora


BORGES NETO LUCENA IFNORMA