Turnê de Chico Buarque começa por João Pessoa, nos dias 6 e 7 de setembro

 

Chico Buarque vai começar a turnê nacional por João Pessoa. Os shows estão marcados para os dias 6 e 7 de setembro, no Teatro Pedra do Reino. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (16) pela assessoria do artista. O show terá a participação da cantora Mônica Salmaso, em toda turnê, que já gravou dois discos dedicados à sua obra (‘Noites de gala, samba na rua’, em estúdio e ao vivo)

Nesta sexta-feira (17) será lançado o novo single de Chico, ‘Que tal um samba?’ “Um samba novo enfim, diferente de todos os outros que já fez, mas no mesmo espírito quando o compôs ‘Tem mais samba’, de ‘Apesar de você’, de ‘Vai passar’, de ‘De volta ao samba’.

Nesta sexta-feira Chico Buarque chega aos 78 anos.

·    EM JOÃO PESSOA

Local: TEATRO PEDRA DO REINO

Rod. PB-008, Km 5, Polo Turístico Cabo Branco

ESTREIA: 06 de setembro (terça-feira)

Temporada: 06 e 07 de setembro (terça e quarta-feira)

Horário: 21h (abertura dos portões – 19h30)

Abertura das vendas: 22 de junho (quarta-feira), às 10h

Preços:

Plateia A: R$ 480,00 (inteira) / R$ 240,00 (meia)

Plateia B: R$ 360,00 (inteira) / R$ 180,00 (meia)

Balcão: R$ 280,00 (inteira) / R$ 140,00 (meia)

·         Ingressos em bilheteriavirtual.com.br

Venda física: Loja Mioche, Shopping Manaíra

Confiram aqui a letra de ‘Que tal um samba?’

(Chico Buarque)

Um samba

Que tal um samba?

Puxar um samba, que tal?

Para espantar o tempo feio

Para remediar o estrago

Que tal um trago?

Um desafogo, um devaneio

Um samba pra alegrar o dia

Pra zerar o jogo

Coração pegando fogo

E cabeça fria

Um samba com categoria, com calma

Cair no mar, lavar a alma

Tomar um banho de sal grosso, que tal?

Sair do fundo do poço

Andar de boa

Ver um batuque lá no cais do Valongo

Dançar o jongo lá na Pedra do Sal

Entrar na roda da Gamboa

Fazer um gol de bicicleta

Dar de goleada

Deitar na cama da amada

Despertar poeta

Achar a rima que completa o estribilho

Fazer um filho, que tal?

Pra ver crescer, criar um filho

Num bom lugar, numa cidade legal

Um filho com a pele escura

Com formosura

Bem brasileiro, que tal?

Não com dinheiro

Mas a cultura

Que tal uma beleza pura

No fim da borrasca?

Já depois de criar casca

E perder a ternura

Depois de muita bola fora da meta

De novo com a coluna ereta, que tal?

Juntar os cacos, ir à luta

Manter o rumo e a cadência

Esconjurar a ignorância, que tal?

Desmantelar a força bruta

Então que tal puxar um samba

Puxar um samba legal

Puxar um samba porreta

Depois de tanta mutreta

Depois de tanta cascata

Depois de tanta derrota

Depois de tanta demência

E uma dor filha da puta, que tal?

Puxar um samba

Que tal um samba?

Um samba

PB AGORA


BORGES NETO LUCENA INFORMA