Kevin Spacey se declara inocente de acusações de crimes sexuais em tribunal de Londres


 O ator Kevin Spacey se declarou inocente em audiência em um tribunal de Londres, no Reino Unido, nesta quinta-feira (14).

Na sessão, o julgamento do caso, no qual Spacey responde por cinco crimes sexuais, foi marcado para acontecer em junho de 2023. Até lá, o ator, vencedor do Oscar, ficará em liberdade.

A sessão desta quinta-feira aconteceu no Tribunal da Coroa de Southwark, no sul da capital inglesa.

Em 2017, Spacey viu sua carreira de sucesso, capitaneada pela série "House of Cards, abalada por acusações de agressão sexual nos Estados Unidos - posteriormente retiradas. Em maio deste ano, no entanto, ele voltou a ser acusado, desta vez em Londres, de agressões sexuais contra três homens.

Ator Kevin Spacey chega a tribunal no sul de Londres para audiência de caso no qual é julgado por assédio sexual, em 14 de julho de 2022. — Foto: Tom Nicholson/ Reuters

Carreira

Spacey, que já foi uma das maiores estrelas de Hollywood, foi retirado do programa de TV "House of Cards" e removido do filme "Todo o dinheiro do mundo" depois que as acusações de má conduta sexual vieram à tona.

O ator que ganhou o Oscar de melhor ator em "Beleza Americana" e melhor ator coadjuvante em "Os Suspeitos", negou anteriormente todas as acusações de má conduta.

Roberto Cavazos, artista que trabalhou no Old Vic, onde Spacey foi diretor artístico entre 2004 e 2015, disse em 2017 que teve encontros com a estrela de Hollywood na época "que beiraram o que você poderia chamar de assédio".

CLICKPB



FALA PARAÍBA-BORGES NETO