Após ser acusado de importunação sexual, Samuel Mariano se lança candidato à ALPB pelo PMB

 

O pastor e cantor evangélico Samuel Mariano, que foi acusado no ano passado de importunação sexual por uma mulher que frequentava a igreja que ele lidera, a AD Brás Paraíba, parece ter superado a página dessa polêmica em sua vida.

Ele lançou a sua candidatura a deputado estadual nas eleições deste ano, visando uma vaga na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), justamente no PMB – Partido da Mulher Brasileira, talvez em um ato simbólico de seu respeito pelo gênero feminino.

Enquanto o processo ainda segue na Justiça, Samuel Mariano já gravou um vídeo afirmando taxativamente que os seus acusadores não conseguiram provar nada em seus depoimentos.

Outro fato que aparentemente foi superado em sua vida foi o de supostas fotos íntimas suas que teriam vazado em 2019. No finalzinho do ano passado, ele publicou um vídeo ao lado de um perito forense e de seus advogados no qual o perito garante que as fotos foram fruto de edição e montagem.

Confira:

 

PB Agora


BORGES NETO LUCENA INFOMRA