Bolsonaro contraria dados e questiona: 'Já viu alguém pedindo um pão na caixa da padaria?'

 


O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou, em entrevista ao programa Pânico concedida nesta sexta-feira, que há, no Brasil, pessoas que passam mal de fome e que se encontram abaixo da linha da pobreza, mas não se vê alguém pedindo pão em padaria por fome.

— Essa senadora (Simone) aí falou besteira. Gente passa mal? Sim, passa mal no Brasil. Alguém já viu alguém pedindo um pão na caixa da padaria? Você não vê, pô. Até no interior. Tem gente que passa mal? Tem gente que passa mal, sim. Mas quem porventura está na linha da pobreza, passando fome, sim, deve ter gente que passa fome, e só... — afirmou o presidente durante a entrevista.

Em 2021, mais de 62 milhões de brasileiros, ou 29,6% da população, tinham renda per capita mensal de até R$ 497, equivalente a R$ 16,5 por dia, de acordo com o "Mapa da Nova Pobreza", divulgado pela FGV Social em julho deste ano. A pesquisa mostra que, em dois anos (2019 a 2021), 9,6 milhões de pessoas tiveram sua renda comprometida e ingressaram no grupo de brasileiros que vivem em situação de pobreza.

Ainda durante a entrevista concedida ao Pânico nesta sexta-feira, Bolsonaro afirmou que o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF) e hoje presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), interferiu na Polícia Federal. Apesar de não citar nominalmente o magistrado, Bolsonaro disse que Moraes "escala o seu delegado da Polícia Federal, e ele determina que faça isso ou aquilo".

CLICKPB


FALA PARAÍB-BORGES NETO