Gaeco, CGU e Polícia Civil deflagram operação conjunta em municípios da PB

 

APÁTIA

Gaeco, CGU e Polícia Civil deflagram operação conjunta em municípios da PB

COMENTÁRIOS:
23/08/2022 às 10h20 atualizado em 23/08/2022 às 08h40
Sapé, na Região da Mata Paraibana. Foto: Reprodução/Assessoria

O Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (GAECO) deflagrou na manhã desta terça-feira (23) uma “Operação Apátia”, em conjunto com a Controladoria-Geral da União e a Polícia Civil, em Sapé e Sobrado.

As investigações são oriundas da Promotoria de Justiça de Sapé e objetivam apurar os fatos relacionados a uma possível ocorrência de usurpação de função pública no âmbito da Secretaria de Finanças de Sapé, por meio da nomeação de servidor público, em janeiro de 2021, pelo prefeito de Sapé, para exercer o cargo comissionado de secretário de Finanças, mesmo tendo sido condenado por ação de improbidade e ter as suas contas reprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB), quando era presidente da Câmara Municipal de Sobrado-PB.

Após recomendação do MPPB o servidor foi exonerado pelo prefeito, em 04/05/2021, no entanto a persecução penal detectou que ele continuava exercendo de fato as funções de secretário de Finanças de Sapé, por meio de manobras ilegais envolvendo outros agentes públicos.

Estão sendo cumpridos dois mandados judiciais de busca e apreensão em endereços do investigado, nos municípios de Sobrado-PB e Sapé-PB. O trabalho conta com a participação de 3 equipes do GAECO, 2 equipes da CGU e 2 equipes da Polícia Civil.

MaisPB


BORGES NETO LUCENA INFOMRA