Pai acusado de ocasionar morte da filha após agressão presta depoimento à Polícia no Sertão da Paraíba

 


O homem acusado de causar a morte da própria filha após uma agressão, em Sousa, se apresentou espontaneamente na delegacia de polícia civil no município de Cajazeiras, sertão do estado. De acordo com o delegado Ilamilton Simplício, o homem foi interrogado e negou ter dado um soco na jovem. 

O acusado disse, segundo a polícia, que durante uma discussão entre os dois filhos (a mulher e o irmão, de apenas nove anos) deu, por impulso, um empurrão na jovem de 20 anos. O empurrão teria sido com o punho da mão esquerda fechado. "Teria sido na cabeça da filha, mas não teria sido um murro ou um soco. Ele afirmou ainda que não recordava se a filha teria batido a cabeça na parede ou caido ao chão", disse o delegado Ilamilton.   pai teria dito ainda que tinha um bom relacionamento com a filha.

Conforme apurou o ClickPB, a polícia civil irá proceder com o inquérito para ouvir mais parentes e amigos da vítima. Ainda é aguardada a conclusão do laudo cadavérico.  Após o interrogatório, o pais foi liberado. 

O caso

A jovem Michelle Macena de Andrade Nascimento, de 20 anos de idade, faleceu na noite do sábado (20), na cidade de Sousa, após ser internada apresentando sinais de trauma na cabeça. A jovem residia no município de Uiraúna. Em depoimento a polícia, a mãe da mulher relatou que Michelle  havia tido uma discussão o pai na última sexta-feira (19) durante a  qual levou um soco. Desde então a filha se queixava de dor de cabeça e ânsia de vômito.

A briga teria começado após o irmão da vítima sujar o fogão da casa que ela tinha limpado poucos minutos antes. Confira mais detalhes aqui.

CLICKPB



FALA PARAÍBA-BORGES NETO