​Saiba quais são os 11 hospitais referências no tratamento contra a varíola dos macacos na Paraíba

 

A Paraíba conta com 11 hospitais referências em diversas regiões para o tratamento da varíola dos macacos. Como obtido pelo ClickPB, nesta quarta-feira (17), a seleção desses hospitais foi feita com a ativação do Centro de Operações de Emergência (COE) para o monitoramento e acompanhamento da doença.

A secretária Estadual de Saúde, Renata Nóbrega, lembrou que a Paraíba registrou um caso confirmado e outros 37 em avaliação, e que "foram elencados 11 hospitais que servirão de referência para os casos de internações", reforçando o alerta para casos suspeitos procurarem as unidades básicas e postos de saúde "não podemos deixar de lembrar que o paciente inicia o atendimento dele na rede primária”, disse.

Confira a lista dos 11 hospitais que estão aptos para o tratamento da varíola dos macacos. Lembrando que essas referências são em caso de necessidade de internação, uma vez que os casos de Monkeypox devem ser recebidos pela UBS (Unidades Básicas ) e UPAS e monitorados pela equipe de saúde do território.

Gestantes: 
1º MACRO – Hospital Universitário Lauro Wanderley (HULW)
2º MACRO – Hospital Geral de Queimadas  
3º MACRO – Maternidade Peregrino Filho (Patos) E Hospital Regional de Cajazeiras 

Crianças:
1º MACRO – Hospital do Valentina 
2º MACRO – Hospital Universitário Alcides Carneiro (HUAC)
3º MACRO – Hospital Universitário Júlio Bandeira (HUJB) – a confirmar

Adultos: 
1º MACRO – Complexo Hospitalar Clementino Fraga 
2º MACRO – Hospital Universitário Alcides Carneiro (HUAC) e Hospital Geral de Taperoá 
3º MACRO – Hospitais Regionais (Pombal e Sousa) 

CLICKPB


FALA PARAÍBA-BORGES NETO