Após adesão a outro candidato, suplente diz que era ignorado no PL e que situação iria piorar, mas descarta desavenças com Bruno Roberto

 

O segundo suplente de Bruno Roberto na candidatura ao Senado, Isaac Venerando, falou sobre a adesão a Efraim Filho e a desistência de disputar a eleição com o candidato do PL. Em entrevista ao programa Arapuan Verdade, nesta quarta-feira (21), ele disse que não era atendido em algumas situações no Partido Liberal e que isso iria piorar com o tempo, motivo esse que o levou a sair antes de qualquer complicação.

Isaac Venerando informou que vai oficializar a desistência de sua candidatura como suplente e que se sentia desprezado pelo PL e seus filiados. "É uma decisão muito difícil a ser tomada, mas temos que fazer porque nós trabalhamos com muita sinceridade, lealdade, respeito às pessoas e aos que estão ao nosso lado. Me senti desconfortável no PL. Não estava sendo mais atendido no PL. Então, infelizmente, tive que tomar essa decisão. Essa decisão não foi só minha e estamos firmes, vamos à luta, declarou o segundo suplente, ao repórter Felipe Nunes, do Arapuan Verdade, conforme apurou o ClickPB.

Ainda segundo Isaac Venerando, "não tenho nada para falar do nosso amigo Bruno Roberto. Quero que ele seja feliz e siga bem."

Ele apontou que no PL houve "apenas o não atendimento e se isso está acontecendo agora, lá na frente isso vai piorar. Então quando não dá para continuar a gente tem que parar."

E sobre o apoio a Efraim Filho, Isaac relatou que um pastor do estado do Pará o orientou a apoiar candidato alinhado ao presidente Jair Bolsonaro. "Alguém que tem a mesma visão do presidente da República, que está com boa colocação nas pesquisas e que veste a camisa do presidente da República é o Efraim Filho."

CLICKPB


FALA PARAÍBA-BORGES NETOI