Economista paraibano lamenta remanejamento dos recursos da farmácia popular para o orçamento secreto: “Decisão política”

 

O economista paraibano Cássio da Nobrega Besarria criticou, em entrevista ao programa Arapuan Verdade, nesta sexta-feira (16), a decisão do Governo Federal em remanejar mais de R$ 1 bilhão em recursos destinados à Farmácia Popular para o Orçamento Secreto a partir de 2023. Segundo ele, as decisões econômicas não deveriam estar atreladas às decisões políticas, todavia, com o remanejamento, foi o que ficou comprovado, que se tratou de um acordo político.

“Decisões politicas deveriam estar atreladas a decisões econômicas, mas o que nos parece é que ela de fato foi apenas uma decisão politica, e confesso que falar de orçamento secreto chega a ser estranho, porque tudo aquilo que é secreto você não sabe exatamente o que acontece e para que serve”, lamentou.

Se concretizado, a redução no orçamento para Farmácia Popular poderá afetar diretamente a distribuição de pelo menos 13 medicamentos voltados para o tratamento de doenças como hipertensão, diabetes e asma.

 

PB Agora



BORGES NETO LUCNA INFORMA