Nilvan e Wellington Roberto reagem às declarações de Cássio sobre candidatura do radialista e dizem que tucano foi “infeliz”

 

Ontem (31), um áudio do ex-senador Cássio Cunha Lima (PSDB) para um grupo de apoiadores causou furor nas oposições. O tucano afirmou que o comunicador Nilvan Ferreira, candidato ao Governo da Paraíba, é um candidato “frágil”. Em resposta Nilvan e o presidente estadual do PL e candidato à reeleição para deputado federal Wellington Roberto rebateram o tucano que é pai do candidato a governador o deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB).

“Pedro é o único que reúne condições verdadeiras de derrotar João no 2º turno. Haverá 2º turno com certeza. A nossa luta é colocar Pedro no 2º turno. O governo vai fazer o possível para levar Nilvan pro 2º turno, porque Nilvan é o que tem mais fragilidade para enfrentar João, perdeu para Cícero em João Pessoa e o governo vai começar a fortalecer a candidatura de Nilvan”, disse Cassio.

Em resposta, Nilvan rebateu: “Apesar de todo o respeito que eu tenho pelo senador, eu não sou fraco. Eu tenho muita fé em Deus nessa caminhada. Eu tenho sido a resistência nessa Paraíba ao enfrentamento em relação a Ricardo Coutinho e a João Azevêdo. Eu fui o único que praticamente denunciou todos os esquemas”, disse Ferreira destacando ainda que quando Cássio foi eleitor de Ricardo Coutinho, ele foi o jornalista que sempre esteve defendendo a população e denunciando as mazelas de Ricardo Coutinho e também, consequentemente, de João Azevêdo.

“Eu só acho que as pessoas não podem ser menosprezadas. Eu sou a resistência nesse estado a tudo que tem acontecido de ruim para a população, quando o governador fechou o comércio não vi muita gente criticando o governador, mas eu estava lá criticando o fechamento do comércio. Quando fecharam as igrejas, eu não vi Cássio defendendo a igreja e os pastores, mas eu estava”, disse Nilvan, salientando ainda que a declaração de Cássio foi infeliz nesse momento e não ajuda a oposição. Segundo ele, esses ataques só ajudam a eleição de João Azevedo.

Assim também pensa Wellington Roberto, que classificou como “infeliz” as declarações de Cássio Cunha Lima (PSDB). “Nós discordamos completamente porque temos pesquisas internas que comprovam que Nilvan praticamente é o candidato que estará no segundo turno. Para Wellington Roberto, o posicionamento de Cássio não deve trazer maiores desdobramentos para a oposição na Paraíba. Ele destacou que, embora seja contrário a gestão João Azevêdo, Cássio não faz parte da “verdadeira oposição”, fazendo referência a disputa presidencial entre os candidatos Lula (PT) e Bolsonaro (PL), o qual defende. “É natural que o ex-governador Cássio diga isso defendendo a candidatura do filho e, de uma forma lógica, a Paraíba sabe e reconhece que a candidatura de Pedro tem potencial, mas ele não é oposição praticamente ao ex-presidente Lula (PT). A verdadeira oposição é a candidatura de Nilvan e Bruno Roberto até porque Pedro Cunha Lima defende outra candidatura à Presidência da República”, afirmou.

 

PB Agora


BORGES NETO LUCENA INFOMRA