SUSTO: Avião do presidente Jair Bolsonaro arremete em aeroporto em Minas Gerais




 O avião que transportava o presidente Jair Bolsonaro (PL) arremeteu no Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte, na tarde desta sexta-feira (23). A aeronave decolou de Divinópolis, no Centro-Oeste de Minas Gerais, onde o candidato à reeleição cumpriu agenda de campanha.

A arremetida foi necessária porque, antes do pouso da aeronave da Força Aérea Brasileira, um avião que estava decolando do Aeroporto da Pampulha atropelou um pássaro, e a pista ficou impraticável. Além do avião presidencial, duas aeronaves também arremeteram.

Quinze minutos após a ação, realizada por volta das 16h20, o avião em que Bolsonaro estava pousou com segurança.

De acordo com fontes ouvidas pelo g1, a torre de controle coordenou a ação com o piloto da aeronave. Já a assessoria do aeroporto afirmou que, devido à necessidade do procedimento de limpeza da pista após a identificação de uma carcaça de pássaro, “o avião presidencial, cujo pouso estava previsto para às 16h20, foi orientado pela torre de controle a aguardar a autorização de pouso com normalidade, o que aconteceu às 16h38”.

Ainda nesta sexta-feira, o candidato participa de um evento em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

O que é arremetida

Arremetidas acontecem quando o avião precisa interromper o pouso por alguma razão. O procedimento é seguro e normal na aviação.

Entre os motivos que podem levar um piloto a decidir pela arremetida, estão mudança repentina na direção ou na velocidade do vento, chuva forte sobre o aeroporto e presença de algum obstáculo na pista, como um animal ou pedras.

Com informações do G1

BORGES NETO LUCENA INFORMA