Vizinhos, policiais brigaram após divergir sobre uso do Hino Nacional na campanha

 

A briga entre um policial civil e um militar que culminou com um deles baleado ontem no bairro do Valentina, em João Pessoa, começou por causa da execução do hino nacional. Foi o que afirmou nesta segunda-feira (26), o delegado-geral da Polícia Civil da Paraíba, André Rabelo, em entrevista ao programa Hora H, apresentado pelos jornalistas Wallison  Bezerra e Sony Lacerda, na Rede Mais Rádio.

Segundo André Rabelo, um dos policiais não era favorável a execução do Hino Nacional  em um carro aberto e por isso se iniciou a discussão. Eles não estavam armados e depois cada um se dirigiu ao seu carro.  Nesse momento, o policial civil disparou tiros de pistola contra o militar que foi ferido na mão.

Apesar  do tiroteio ocorrer próximo onde passava uma carreata de um dos candidatos que disputam o Governo da Paraíba, André Rabelo não acredita em motivação política.

“É um fato isolado. Uma discussão de vizinhos e não podemos generalizar e tirar de um contexto maior”, acrescentou.

Entretanto, André Rabelo garantiu que  isso não diminuiu a gravidade do fato e o caso será devidamente apurado. “O servidor público não pode agir dessa forma. Vamos esgotar todas as linhas para se chegar ao esclarecimento”, finalizou.

MaisPB


BORRGES NETO LUCENA INBFIOMRA