PDT anuncia apoio Lula no 2º turno; Lupi diz que Ciro Gomes concorda com a decisão

 

O PDT anunciou nesta terça-feira (4) apoio do partido à candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva, do PT, no segundo turno das eleições para a Presidência da República.

O anúncio veio após reunião da Executiva do partido no final da manhã desta terça. No primeiro turno, o PDT teve o ex-governador do Ceará Ciro Gomes como candidato à Presidência da República. Ele ficou em quarto lugar, com 3,5 milhões de votos (3%).

O ex-presidente Lula (PT) e o presidente Jair Bolsonaro (PL) vão disputar o segundo turno das eleições. Lula recebeu 57,2 milhões de votos (48,4%), e Bolsonaro, 51,07 milhões de votos (43,2%).

“Uma hora e meia de reunião com toda a Executiva Nacional do partido, mais os presidentes estaduais, os presidentes de movimentos, os deputados federais de mandato, senadores. E tomamos uma decisão unânime, sem nenhum voto contrário, a decisão de apoiar o mais próximo da gente, que é a candidatura do Lula”, afirmou o presidente do PDT, Carlos Lupi.

“Bolsonaro, na nossa opinião, representa o atraso do atraso do atraso desse país, um aspirante a ditador, malversador do dinheiro público, um homem da falsa fé cristã”, disse Lupi. “Nosso trabalho para derrotar Bolsonaro tem que ser a prioridade absoluta. Derrotar Bolsonaro é uma causa nacional, uma causa da pátria, uma causa dos democratas”, completou.

De acordo com Lupi, Ciro Gomes a “endossou” a decisão do PDT de apoiar Lula no segundo turno.

“Eu falo pelo partido. Ele (Ciro) fará, participou da reunião, e disse que endossa integralmente a decisão do partido”, afirmou Lupi. “O Ciro não viajará, ficará aqui no Brasil e já declarou o apoio ao partido”, completou.

Em 2018, Ciro foi criticado por deixar o país após ser derrotado no primeiro turno das eleições presidenciais, ao invés de apoiar a candidatura do petista Fernando Haddad, que acabou perdendo para Jair Bolsonaro.

Além do PDT, Cidadania e PSDB, que estiveram ao lado de Simone Tebet (MDB) no primeiro turno da eleição presidencial, devem definir nesta terça se apoiam Lula, Bolsonaro ou se seguem neutros neste segundo turno.

PB AGORA


FALA PARAÍBA-BORGES NETO