Boletim da Fiocruz aponta alta de casos de síndrome respiratória na Paraíba e em pessoas acima de 60 anos em João Pessoa


 A Paraíba está entre os 12 estados com aumento de casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), entre elas a Covid-19, de acordo com o levantamento do novo boletim Infogripe, da Fiocruz, divulgado nesta sexta-feira (18). O boletim, que resulta da análise dos dados do Sistema de Informação de Vigilância Epidemiológica da Gripe (Sivep-Gripe), do Ministério da Saúde, inseridos até o dia 14 de novembro, aponta também que João Pessoa aparece entre as 17 capitais que têm sinal moderado de crescimento na tendência de longo prazo, ou seja, nas útlimas seis semanas.

Nas últimas quatro semanas, 47% dos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) que deram positivo são de Covid-19, conforme relatado no boletim Infogripe.

Estão com alta de casos de SRAG os estados da Paraíba, Alagoas, Amazonas, Ceará, Goiás, Pará, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro, Santa Catarina e São Paulo.

"Na presente atualização observa-se que 17 das 27 capitais apresentam sinal moderado de crescimento na tendência de longo prazo (últimas 6 semanas) até a semana 45: Aracaju (SE), Belém (PA), plano piloto e arredores de Brasília (DF), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Fortaleza (CE), João Pessoa (PB), Maceió (AL), Manaus (AM), Natal (RN), Recife (PE), Rio Branco (AC), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA), São Luís (MA), São Paulo (SP) e Teresina (PI)", relata o boletim Infogripe, conforme apurou o ClickPB.

Ainda segundo o Infogripe, "a maioria dessas capitais que apresentam algum sinal de consistência no crescimento, tal se concentra predominantemente em crianças. As exceções são João Pessoa, Manaus, Recife, Rio de Janeiro e São Paulo, que apresentam sinal de crescimento nas faixas etárias acima de 60 anos. Tais sinais estão possivelmente associados ao aumento nos casos de SRAG positivos para COVID-19 identificados nos estados correspondentes."

A quarta dose está disponível há meses na Paraíba e em outros estados para as pessoas de maior risco de saúde, além do público maior de 30 anos em João Pessoa. A vacinação de bebês de seis meses ou mais com comorbidades foi iniciada na última segunda-feira (14), em João Pessoa, e no sábado (12), em Campina Grande, onde nenhuma família procurou o serviço de imunização no dia da abertura da campanha para essa faixa etária infantil.

CLICKPB



BORGES NETO LUCENA INFORMA