Lula é hostilizado por torcedores do Santos em velório de Pelé

 


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi hostilizado por um grupo de torcedores do Santos ao comparecer ao velório de Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, na Vila Belmiro, em Santos, nesta terça-feira (3). O presidente participou da parte final da cerimônia em homenagem ao Rei do Futebol. Foi a primeira agenda externa de Lula, que, na véspera, havia passado o dia em 17 reuniões com chefes de Estado no Itamaraty.

Vídeo que circula nas redes sociais mostra muitos torcedores gritando "Lula, ladrão, seu lugar é na prisão" do lado de fora do estádio Urbano Caldeira, na cidade do litoral de São Paulo. No final do vídeo é possível ouvir, em volume bem menor, algumas pessoa também gritando "Olê, olê, olá, Lula, Lula".

No segundo turno da disputa eleitoral, Lula foi derrotado em Santos. O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), que era candidato à reeleição, teve 56,2% dos votos válidos na cidade, contra 43,8% de Lula.

Em entrevista à Santos TV, o petista comentou sobre a perda do jogador. "O Pelé simboliza tudo aquilo que é a ascensão da espécie humana. Tudo aquilo que a gente poder perceber da ascensão do ser humano foi o Pelé", afirmou o presidente, que retorna ainda nesta terça-feira (3) a Brasília.

CLICKPB



BORGES NETO LUCENA INFORMA