Veja passo a passo como será o funeral do Papa Bento XVI


 O Papa Francisco presidirá uma missa fúnebre na Praça de São Pedro, no Vaticano, nesta quinta-feira (5) para seu antecessor, o Papa Bento XVI, que morreu neste sábado aos 95 anos.

Mais de 60 mil pessoas são esperadas para participar. Haverá delegações oficiais da Itália e da Alemanha, terra natal de Bento XVI. Outros líderes, incluindo o rei e a rainha da Bélgica e a rainha da Espanha, e cerca de 13 chefes de Estado ou de governo, também participarão. A maioria dos países será representada por seus embaixadores no Vaticano.

Veja abaixo o roteiro para o funeral de Bento XVI:

Fim do velório

Desde segunda-feira, o corpo do papa está na Basílica de São Pedro, onde mais de 160.000 pessoas passaram para prestar suas homenagens até o meio-dia desta quarta-feira (4).

O velório deve terminar às 19h (15h no horário de Brasília).

O corpo será então colocado em um caixão feito de madeira de cipreste, juntamente com vários itens papais:

  • Paramentos simbolizando seu papel como papa e bispo
  • Moedas e medalhas que foram cunhadas durante o seu pontificado
  • Um tubo de chumbo com uma escritura em latim listando os pontos-chave de seu pontificado

O caixão do cipreste será fechado na presença de alguns assessores próximos, como o arcebispo Georg Ganswein, que foi secretário de longa data de Bento XVI, e outros funcionários do mosteiro onde viveu depois de renunciar ao papado em 2013.

Procissão, orações e missa

Cadeiras foram colocadas do lado de fora da Basílica de São Pedro em preparação para o funeral do Papa Bento XVI — Foto: REUTERS/Kai Pfaffenbach

Às 8h45 (4h45 em Brasília) de quinta-feira, os cavalheiros papais carregarão o caixão em procissão para fora da basílica e o colocarão na escadaria de frente para a Praça de São Pedro. Os fiéis rezarão o terço por cerca de 45 minutos.

A missa fúnebre presidida pelo Papa Francisco deve começar às 9h30 (5h30 em Brasília). A princípio, o papa se sentará diante do caixão de frente para a multidão. O coro da Capela Sistina iniciará seu canto com os ritos introdutórios.

O papa então se moverá para uma cadeira ao lado do altar e presidirá a partir daí, sentado a maior parte do tempo por causa da alimentação do joelho que o impede de ficar em pé por muito tempo. O celebrante em pé no altar será o cardeal italiano Giovanni Battista Re, decano do Colégio dos Cardeais.

A liturgia para a missa fúnebre é baseada principalmente na de um papa que morre enquanto reina, com algumas pequenas modificações, particularmente em algumas orações e leituras. Veja os detalhes abaixo:

  • Francisco fará a homilia na missa, que será concelebrada por 120 cardeais, 400 bispos e quase 4.000 padres.
  • No final da missa, Francisco recitará "A Comenda Final e o Adeus", pedindo a Deus que "console a Igreja".
  • Uma oração incluirá petições a Deus para Bento e Francisco.
  • Perto do final da missa, Francisco jogará água benta e passará incenso no caixão.
  • Ele dirá em latim: "Gracioso Pai, encomendamos à tua misericórdia o Papa Emérito Bento, a quem fizeste sucessor de Pedro e pastor da Igreja, um pregador destemido da tua palavra e fiel ministro dos mistérios divinos".
  • O coro cantará então em latim: "Que os anjos vos conduzam ao Paraíso; que os mártires venham e vos acolham e vos levem para a cidade santa, a nova e eterna Jerusalém".

Sepultamento privado

Os carregadores levarão o caixão de cipreste de volta à basílica para um serviço privado no qual ele será selado e envolto em fitas.

Em seguida, ele será colocado em um caixão de zinco, que será soldado. Depois será colocado em um terceiro caixão de madeira maior.

Bento XVI será enterrado de acordo com seus desejos no mesmo local nas criptas sob a Basílica de São Pedro, onde o Papa João Paulo II foi originalmente enterrado em 2005, antes de seu corpo ser realocado para uma capela na basílica em 2011.

O sepultamento será um serviço privado.

CLICKPB



BORGES NETO LUCENA INFORMA