Defesa Civil pediu interdição na Avenida Cabo Branco após constatar danos na mureta, calçada, ciclovia e pista


 A Defesa Civil de João Pessoa pediu interdição de um trecho da Avenida Cabo Branco, na orla marítima da capital paraibana, após constatar danos na mureta, calçada, ciclovia e pista de rolamento. A interdição acontece, na tarde desta segunda-feira (26), pela Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob-JP). 

Conforme o documento que o ClickPB teve acesso, engenheiros da Defesa Civil fizeram a vistoria no dia 19 de julho deste ano e detectou os problemas após pedido do secretário de Infraestrutura da cidade para analisar a calçada e ciclovia. “Foi constata nesta vistoria a ruína da mureta/banco da calçada em determinados pontos, principalmente no trecho em frente a construção da Imperial Construções”, relata.

O relatório ainda destaca que são visíveis as rachadras nas faixas de rolamento e pediu a interdição imediata do trânsito de carros, caminhão e ônibus na área compreendida entre as avenidas Cabo Branco e Edvaldo Bezerra Cavalcanti Pinho, e da João Cirilo da Silva (Avenida Panorâmica do Altiplano). Aponta ainda que a ciclovia não oferece condições para seu uso na situação que se encontra. 

“É urgente e necessária a execução de obra para recuperação do muro de arrimo, e consequentemente da mureta, da calçada , da ciclovia e da pista de rolamento deste trecho da Avenida Cabo Branco, pois coloca em risco a população, que se utiliza desta área para lazer, e também para conter a erosão da via”, frisou. 

Confira o documento:

CLICKPB





FALA PARAÍBA-BORGES NETO