Pedro Cunha Lima justifica ser contra impeachment de Bolsonaro:“ instrumento de desestabilizar ainda mais o nosso país”


 O deputado federal paraibano, Pedro Cunha Lima (PSDB), disse ser contra o impeachment do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Ele justificou a necessidade de ter responsabilidade no assunto, pois pode ser um "instrumento para desestabilizar" o país ou mesmo considera "um instrumento meramente político" para desidratar o governo federal. 

De acordo com o parlamentar, é necessário apuração e fiscalização de tudo. Acredita que a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) tem cumprido esse papel. No entanto, acredita que há exageros de politização. Segundo ele, a Comissão deveria ser mais técnica. Mas defende a apuração, fiscalização porque os temas são gravíssimos e o comportamento do governo federal na pandemia é gravíssimo e traz consequências sérias para o Brasil. 

“Eu considero que o impeachment, se não tiver muita responsabilidade no que a gente está tratando como vai ser esse processo, pode ser um instrumento tão somente de desestabilizar ainda mais o nosso país, um instrumento meramente político para poder desidratar o governo federal, o presidente Bolsonaro e não tendo uma consequência de um apoio expressivo da população, no final das contas ele não é aprovado e nesse processo desestabilizar ainda mais o país”, disse ao jornalista Clilson Jr, do ClickPB.

CLICKPB




FALA PARAÍBA-BORGER NETO