DEM e PSL aprovam fusão e Efraim aponta reflexo direto na cena política de 2022: “Fortalecerá nossa pré-candidatura ao Senado”

 

O DEM e o PSL aprovaram, na manhã desta quarta-feira (06), em suas respectivas convenções, a fusão das legendas e a criação e o estatuto de um novo partido.

O novo partido a ser criado pela fusão entre as duas siglas se chamará União Brasil e adotará o número 44 nas urnas eletrônicas.

De acordo com o deputado federal Efraim Filho, que fará parte da executiva nacional como primeiro-secretário da nova sigla, o movimento é estratégico e do ponto de vista político refletirá diretamente em 2022.

Efraim Filho também foi escolhido pelo ex-prefeito de Salvador ACM Neto para ser o número dois na hierarquia do Democratas na constituição do novo partido.

Com o posto, Efraim ganha um impulso na pré-candidatura ao Senado Federal nas eleições de 2022 ao estar na direção do que caminha para ser o maior partido do Brasil.

“É um movimento estratégico, inteligente do ponto de vista político, gera o maior partido do Brasil, a maior bancada do Congresso Nacional, isso reflete diretamente na cena política de 2022, nos dará o maior tempo de TV e rádio, o maior fundo partidário, a maior estrutura nos estados, fortalecerá nossa pré-candidatura ao Senado, o União Brasil vem para trazer junto consigo as diferenças de um país que tem uma mistura inenarrável e que clama por união e grita por paz e a gente dá um passo na linha desse sentimento de lutarmos juntos pelo Brasil” declarou à rádio Correio FM.

Vale ressaltar que a fusão ainda depende do crivo do TSE.

PB Agora

BORGES NETO LUCENA INFORMA