Decisão sobre exigência ou não do passaporte da vacina na UFPB sairá de reunião do Consuni, diz reitor


 A decisão sobre a exigência da apresentação ou não do cartão de vacinação contra Covid-19 com o retorno das aulas presenciais na Universidade Federal da Paraíba (UFPB) ainda será definido em reunião com o Conselho Universitário (Consuni), que está marcada para a próxima sexta-feira (25). Ao ClickPB, o reitor da instituição Valdiney Gouveia informou que aquilo que for decido pela maioria será acatado.

“Essa é uma decisão que compete ao Consuni. Então o Consuni vai se reunir e vai dizer se vamos ou não exigir e o que for definido é efetivamente a ação que será tomada”, comentou, em entrevista ao ClickPB. Apesar de fazer parte do Consuni, Valdiney Gouveia lembrou que é apenas um membro. 

Leia mais: UFPB ainda não definiu se vai exigir passaporte da vacina e reitor diz que aguarda decisão de governos Federal e da Paraíba

O reitor ainda explicou os motivos da decisão ser do Consuni. “É o órgão que toma decisões no caso administrativo quando não compete ao reitor tomar. É o Consuni que toma essa decisão. Por exemplo, o reitor é um dos membros do Consuni e junto com os demais colegas estarão discutindo a cerca de passaporte vacinal e a decisão da maioria que será entendida e levada a cabo”, ressaltou.

Contrário disso, o reitor já chegou a informar, em entrevistas como a do dia 10 de fevereiro deste ano, que se "o governador determinar, no mesmo dia adotaremos". Ao ClickPB, comentou que há prós e contra a exigência do passaporte e ressaltou como ponto negativo a parte de trânsito, tendo em vista o grande fluxo no entorno da instituição e para isso teria que comunicar aos órgãos de trânsito.  As aulas no modelo presencial estão previstas para começar dia 21 de março.

CLICKPB



FALA PARAÍBA-BORGES NETO