PB se coloca à disposição para auxiliar na repatriação de paraibanos que estão na Ucrânia

 

O governo da Paraíba, através da Secretaria Estadual de Representação Institucional (SERI-PB), já se coloca à disposição dos paraibanos que desejem retornar ao Brasil. A iniciativa de ajudar os brasileiros a voltarem à Paraíba foi uma determinação do governador João Azevêdo, após os ataques da Russia ao país do leste europeu, nesta quinta-feira (24).

De acordo com o secretário executivo da SERI-PB, Adauto Fernandes, todos os paraibanos e paraibanas que se encontram na Ucrânia podem entrar em contato, através do WhatsApp: +55 (61) 991368348, para que p governo da Paraíba possa auxiliar nos trâmites de repatriação, no consulado europeu.

“Nossa secretaria, que tem sede aqui em Brasília, já está se mobilizando para que nenhum paraibano seja atingido com essas bombas. Estamos nos disponibilizando para ajudar a todos, assim como fizemos para repatriar os paraibanos que se encontravam em outros países, durante o início da pandemia”, ratifica Adauto.

A SERI-PB tem como uma de suas atribuições tratar das relações internacionais entre a Paraíba e os países. Com isso, ao longo desses dois anos de pandemia, já foram repatriados mais de 500 pessoas, entre estudantes, professores, pesquisadores e profissionais das mais diversas áreas. “Estaremos dialogando com o Itamaraty para que possamos ajudar no retorno desses paraibanos à sua terra natal. O mundo vive mais um momento atípico, mas não podemos deixar de trabalhar pelos que estão precisando voltar à Paraíba”, reforça o secretário estadual.

A Embaixada do Brasil em Kiev, capital da Ucrânia, publicou um informativo na manhã desta quinta-feira, 24, e orientou aos brasileiros que se encontram em território ucraniano a se deslocar por meios próprios para outros países ‘tão logo possível’. O informe ressalta que a recomendação das autoridades locais é a de não tentar sair da capital em decorrência dos ‘grandes engarrafamentos’ nas vias de acesso a outras localidades. Aqueles que estão no leste do país, próximos ao rio Dnipro, a instrução é de seguir viagem à oeste ou ‘deslocar-se para Kiev e contatar a embaixada assim que possível’. O telefone para contato é o +380 50 384 5484.

PB Agora


FALA PARAÍBA-BORGES NETO