Após sobrevoar áreas atingidas pelas chuvas em Recife, Bolsonaro diz que "infelizmente essas catástrofes acontecem" e anuncia medidas para atender população


 O presidente Jair Bolsonaro (PL) sobrevoou, durante a manhã desta segunda-feira (30), algumas áreas atingidas pelas chuvas na Grande Recife. Em entrevista coletivao presidente lamentou a tragédia e criticou a ausência do governador Paulo Câmara (PSB) no evento.

O presidente lembrou outras tragédias provocadas pelas chuvas. "Tivemos problemas semelhantes e Petrópolis, sul da Bahia, mais o norte de Minas, e estive ano passado no Acre também e infelizmente essas catástrofes acontecem. Um país continental tem seus problemas", disse o presidente.

Com as chuvas, o Grande Recife registrou ao menos 84 mortos. O número de desaparecidos é incerto e mais de 3,9 mil pessoas estão desabrigadas. O Governo de Pernambuco e nove municípios decretaram situação de emergência.

O presidente Jair Bolsonaro também aproveitou a coletiva de imprensa após sobrevoar as áreas afetadas para criticar governadores e defender seu governo. Em discurso político, o mandatário também falou sobre temas como o preço do diesel e o reajuste do funcionalismo.

A comitiva foi formada pelos ministros Daniel Ferreira (Desenvolvimento Regional), Carlos Brito (Turismo), Ronaldo Bento (Cidadania) e Marcelo Queiroga (Saúde) e Anderson Torres (Justiça).

CLICKPB


FALA PARAÍBA-BORGES NETO