Operação Algoritmo: seis pessoas são presas, polícia continua em diligências e mais mandados de prisão podem ser cumpridos


 A Operação Algoritmo prendeu, na manhã desta segunda-feira (6) em João Pessoa, seis pessoas com mandados de prisão em aberto por crimes como estupro, homicídio e tráfico de drogas. Segundo a Polícia Militar, equipes ainda estão nas ruas e mais suspeitos podem ser presos até o final do dia.

Até às 12h desta segunda, foram cumpridos um mandado de prisão no bairro do Rangel, de um suspeito de porte ilegal de arma; um no bairro de Mangabeira, de uma suspeita de tráfico e associação ao tráfico de drogas, outro cumprido em Mandacaru, de um suspeito de Receptação Qualificada e outro um mandado de prisão foi cumprido no bairro do Bessa, de um suspeito de Estelionato.

Além disso, no bairro de Tambauzinho foi cumprido um mandado por prisão civil de execução de alimentos; no bairro de Mangabeira foi preso um suspeito de violência sexual e outro mandado foi cumprido no bairro do Valentina, de um suspeito de estelionato.

A Operação Algoritmo chegou nos suspeitos através do cruzamento de vários bancos de dados públicos, segundo a Polícia Militar. Foi usado o Sistema Automatizado de Detecção de Possíveis Paradeiros de Foragidos  (SADEP), através de logaritmos para localizar o paradeiro de quem estava com esses mandados de prisão em aberto.

A Polícia Militar informou que a operação deve durar todo este ano, com mais prisões para acontecerão em breve. 

CLICKPB



FALA PARAÍBA-BORGES NETO