Pré-candidata a deputada federal Fernanda Albuquerque revela voto em Luciano Bivar e diz que não precisa de prefeitos: "não posso trazer o novo fazendo o velho"

 

Com o espírito cheio de energia para fazer diferente na política e cravando posições sobre diversas pautas polêmicas, a pré-candidata a deputada federal, Fernanda Albuquerque (União Brasil), em entrevista ao programa Arapuan Verdade, desta terça-feira (14), disse estar animada com a reciprocidade do povo que visita e acerca de seu projeto para conquistar uma vaga na Câmara Federal. 

Ao destacar que está enfrentando grandes políticos e gerações de nomes que se reelegem a décadas por terem tradição política, Fernanda deixou clara a emoção de estar trazendo o novo "em cada visita na casa das pessoas eu me emociono com a reciprocidade do povo, é tanto carinho que tenho recebido. Criamos um canal de comunicação, o 'Alô, Fernandinha' e as pessoas me chamam pra tomar café e eu vou com a maior alegria, pois eu amo estar fortalecendo esses laços e saber como solucionar os problemas que as pessoas enfrentam", disse. 

A apresentadora revelou estar quebrando uma cultura de atraso dentro da política "estou caminhando com as minhas próprias pernas, sem ter ninguém de pistolão. Não tenho prefeito, nem curral eleitoral. Eu estou colocando meu nome para as pessoas terem uma opção na hora de escolher seu representante", destacou. 

Ela também falou sobre temas polêmicos e se colocou contrária ao aborto "quando você mata uma mulher grávida é duplo homicídio. E matar um filho seria diferente? Não posso compactuar com isso. Existem várias formas de evitar a gravidez, tem contraceptivos gratuitos. Não há motivo algum para uma mulher tirar um filho. Sou mãe e não posso defender isso", avaliou.

Para Fernanda, as pautas de saúde mental e inclusão social serão prioridades na sua atuação. "Eu sei o que dói no povo. Vejo o aumento da depressão nas pessoas, a demora no atendimento, em que as pessoas esperam por meses para ter um atendimento. Eu tenho formação como psicóloga e não tenho como desconsiderar isso. Então, se eu puder ser conhecida como a deputada da saúde mental assim será, pois é a cabeça que comanda o resto. Se sua cabeça não estiver boa você não se levanta, não empreende e não tem energia", explicou.  

Fernanda reforçou seu voto em Luciano Bivar, presidente da legenda, para presidência da República. Já para o Senado, ela reforçou apoio ao pré-candidato ao Senado, Efraim Filho.  

Fernanda tem mais de 370 mil seguidores em suas redes sociais. Ela destacou que o quantitativo é fruto de dez anos no Instagram "quem está lá gosta de mim, já que nunca precisei comprar nenhum seguidor. Mas não posso me segurar nisso, pois tem gente que gosta de mim, mas vota em outros. Eu estou indo na casa das pessoas e quem escuta minha mensagem acredita que posso fazer diferente", disse. 

CLICKPB


FBORGES NETO LUCENA IFNOMRA